7 Dicas do que NÃO fazer no E-commerce – Lojas Virtuais

Muitas pessoas se assustam com o imensidade das boas práticas que um bom e-commerce deve seguir e tentar realizar sempre. Mas como bom brasileiro, agente gosta é de fazer o que é proibido, mesmo que não seja intencional, e acaba caindo nas práticas não recomendadas. Muitos querem ouvir a receita do bolo, mas fazem totalmente ao contrário na hora da prática. Por isso vamos ir direto ao “não faça isso, não faça aquilo”,  assim por mais que você não se recorde de todas as boas práticas o tempo todo, “o que não fazer” você deve ter na ponta da língua.

Por isso esse artigo é bem simples, basta você não fazer nada abaixo que com certeza seus resultados no e-commerce serão bem melhores.

1) Deixe sua marca de lado, pense só nas vendas de seu produto.

“Eu quero é vender, vender e vender.”

Aprenda que no e-commerce mais do que vender produtos você precisa cativar o seu cliente, fixar o seu nome em sua mente. Fidelização é a palavra chave para quem deseja crescer e se estabelecer no e-commerce. Colocar uma loja virtual qualquer para funcionar é fácil e já falamos aqui que você não pode querer fazer apenas a primeira venda, relacione-se, procure saber quem é o seu cliente e atendê-lo cada vez melhor que eles vão voltar e indicar amigos!

 

2) Não perca tempo com produção de fotos de qualidade, vídeos, e conteúdo rico para os produtos.

Você já parou para pensar que você não compra um produto de vitrine? Caso você se interesse por algo que está exposto você sempre solicita ao vendedor que traga o produto até você, você quer experimentar, trocar, saber sobre sua qualidade, especificações, garantia, seu processo de troca e até benefícios do produto! No e-commerce a página de detalhes de um produto precisa ser extremamente rica em fotos, informações bem classificadas e organizadas, vídeos demonstrativos e tudo mais que possa agregar no processo de decisão de compra do cliente como no mundo real.

 

3) Não fique quebrando a cabeça com sistemas, google anlytics, conversão, afinal é tudo indiferente.

“Para quê buscar a plataforma adequada para meu e-commerce, contratar especialistas para implantação, acoplar os parceiros de segurança, anti fraude, recuperação de vendas, marketing digital, pós-venda entre outros…”

Se você deseja deitar sua cabeça no travesseiro a noite tranquilamente, e de dia pensar unicamente no crescimento do seu negócio, procure os parceiros certos para o seu e-commerce ter sucesso. Começou errado é muito provável que vai dar errado, e para não dar errado grave bem essas dicas!

 

4) Deixe os testes de inovação para os concorrentes fazerem!

“Só grandes empresas podem se dar o luxo de inovar, prefiro copiar do concorrente e economizar!”

P&D = Pesquisa e Desenvolvimento. Quem descobre primeiro desfruta de vários benefícios da inovação até que o mercado possa copiar com efetividade, além de ter aprendido com todos os erros durante o processo de inovação. Quem copia só vê a ponta do iceberg e estará alheio a situações desconhecidas e até mesmo arriscadas. Inovar é ter novidades ou renovar, quem não muda obterá sempre os mesmos resultados!

 

5) Mantenha seus fornecedores e parceiros longe da implantação de seu projeto de e-commerce.

“Meu e-commerce é segredo de estado!”

Um e-commerce de sucesso requer a mão e cabeça de muita gente junta pra ser mais do que uma simples loja virtual no ar.
Seus fornecedores atuais podem lhe ajudar (material e conteúdo para o site, apoio financeiro ao projeto, negociações para ampliação das vendas.. e etc.. use a criatividade), a empresa de implantação pode lhe orientar bastante como nós fazemos aqui na Brasil na Web – antes – durante – depois – da implantação, organize parcerias com outras empresas para gerar ainda mais benefícios para os seus clientes… enfim..  não entre nessa sozinho, é querer pouco para o seu e-commerce que pode ter tanto sucesso!

 

6) Esqueça os treinamentos para a sua equipe voltados especialmente para ecommerce e marketing digital

“Esses treinamentos online, workshops e cursos avançados são dinheiro jogado fora!”

Sua empresa pode conhecer todo o seu segmento e melhores práticas para alcançar resultados e obter sucesso, mas no ambiente virtual há só “algumas” centenas de detalhes que fazem toda diferença. Não espere passar por dificuldades para aprender as lições que poderiam ser facilmente ensinadas por profissionais com experiência na área. Já existem muitos cursos de boa qualidade sobre o assunto, um deles de nosso parceiro Ecommerce School e você tem 15% de desconto fazendo as inscrições por aqui!

 

7) Só invista no e-commerce se a maioria dos seus concorrentes já estiver dentro.

“Quando eu ver que meus concorrentes fizeram e deu certo eu faço, fora isso não vou me arriscar atoa!”

Muitos esperaram pra ver e hoje nem existem mais. Acorde de vez para o assunto! O comércio eletrônico já possui vários formatos, configurações e possibilidades e não é mais luxo pra empresa nenhuma – é obrigação! Quem sai na frente ou mesmo um “pouco atrasado”, mas inova, se atualiza, se dedica, tem tudo pra fazer acontecer e ter um e-commerce de sucesso!

É isso ai pessoal, obrigado pelo tempo e dedicação na leitura! Apliquem ao máximo e bons resultados! 🙂

Este artigo foi útil para você?!